Blog

Brasileiro inventa luz engarrafada

  |   Energia, Sustentabilidade   |   Sem comentários
Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+

Cansado de sofrer com a frequente falta de energia que ocorria na região, o mineiro Alfredo Moser teve uma brilhante ideia, inventou uma maneira alternativa e sustentável de captar a luz solar e iluminar ambientes escuros. O projeto fez tanto sucesso que atualmente a ideia é utilizada em vários lugares do mundo.

 

luz engarrafada

Imagem: divulgação

 

Para desenvolver seu projeto, apelidado de “luz engarrafada”, Alfredo Moser utilizou materiais simples: garrafa pet, água e cloro. A garrafa é preenchida com água e adicionam-se duas tampas de cloro à água para evitar que ela se torne verde. Depois, basta fazer um buraco na telha e prender a garrafa, utilizando cola de resina para evitar futuros vazamentos. A potência da lâmpada pode variar de 40 a 60 watts, dependendo de quão forte for o sol.

A luz engarrafada fez tanto sucesso na região que logo foi instalada na casa de vizinhos, amigos e até mesmo no supermercado do bairro. Contudo, o projeto irá se espalhar em várias partes do mundo graças ao filipino Illac Angelo Diaz, diretor da fundação de caridade MyShelter, instituição que constrói casas sustentáveis feitas de matérias recicláveis. Diaz descobriu a ideia de Alfredo Moser através da internet, e começou a utilizá-la para levar energia para a população de seu país.

 

luz engarrafada

Imagem: divulgação

 

Atualmente as lâmpadas engarrafadas já foram instaladas em mais de 140 mil casas somente nas Filipinas. E também já chegaram a outros 15 países, entre eles Índia, Bangladesh, Tanzânia, Argentina e Fuji.

Ótimo saber que a ideia de um brasileiro ajudou a iluminar a vida de milhares de pessoas no mundo =)

Fonte: BBC Brasil

Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on TumblrShare on Google+
Sem comentários

Mande um comentário